Como seria se meu namorado fosse um vibrador? Será que ele seria o melhor namorado novo que eu poderia ter? Será que as viagens de casal seriam muito mais legais e a minha ppk seria muito mais feliz? A gente sabe que existem diversos tipos de relacionamento e casamento – mas ter esse tipo de namoro ou relacionamento sério com um vibrador a gente também sabe que é bom demais e faz bem pra saude (inclusive quando se fala em saude feminina ginecologia)! Quem é do time “namorar pra que” sabe bem que este seria o namoro perfeito, sem namorada ciumenta e namorado ciumento… e que buscar “como ter prazer” nunca mais seria necessário. Se o meu namorado fosse um vibrador, eliminaria o namoro a distancia e o casal problematico se tornaria o casal perfeito! Depois de “Se minha pepeca fosse uma pessoa”, “Menstruação fosse uma pessoa” e “Se o pinto fosse uma pessoa”, o DR apresenta (com muito humor!) mais um de nossos videos engraçados e deixa a pergunta: quem aí ia gostar de ter esse namorado?

Faça parte do DR e tenha benefícios exclusivos ❤ acesse https://www.youtube.com/channel/UCEVO…

Conheça o canal do Diego: https://www.youtube.com/channel/UCjOguw9rlhVxZd8NYD5rMdA
Conheça o canal da Kel Freire: https://www.youtube.com/user/keloliveiraf
Conheça o canal da Nina: https://www.youtube.com/user/MissNinaDol
Conheça o canal da Paula: https://www.youtube.com/user/ThePracy

Felipe Ventura – Direção, Produção Executiva e Elenco
Jackeline Salomão – Direção e Produção Executiva
Fernanda Gonçalves – Roteiro e Co-direção de Criação
Phil Rocha – Direção de Produção e de Pós-Produção
Henrique Quaioti – Câmera
Jessica Liar – Câmera
Haroldo Miklos – Áudio Direto
Alexandre Cardoso – Edição
Diego Krausz – Edição e Elenco
Priscila Ferraz – Redes Sociais
Convidados Especiais: Kel Freire, Nina Dutra e Paula Racy
DR é uma realização BITCONTENT ®

ASSISTA TAMBÉM:
SE PÊNIS FOSSE UMA PESSOA | http://youtu.be/w0oYOnGXKKc
SE PEPECA FOSSE UMA PESSOA | http://youtu.be/zyHh0sCb4J0
SE MEU NAMORADO FOSSE UM CELULAR | http://youtu.be/tIx_Uz4ZmP8
#SeFossePessoa #Relacionamento #Saude